DIY

Consertando coisas

5

Comprei um pacote de Sugru para arrumar umas coisas quebradas aqui em casa. Comecei por um USB drive que tinha perdido a “casca” e pelo cabo de carregar meu iPhone, que estava com o revestimento partido na junção com os conectores nas duas pontas.

Esse produto é muito bacana, fica aí a dica para a turma do “do-it-yourself”. Vem em pacotes de 12 ou 24 pacotinhos individuais em várias cores. Um pacotinho é a conta para fazer o reparo da foto acima.

Aldrava pintada e envernizada.

Knock, knock!

2

Uma cliente minha perguntou se eu sabia fazer esses serviços de ferreiro, porque ela queria uma aldrava* feita de ferraduras. Eu, como sou metido, disse “claro que sei”, né? :-)

Ela queria uma coisa simples, tinha até me mostrado uma foto. Eu não gostei muito do esquema da aldrava da foto, então resolvi fazer uma diferente. O resultado está abaixo (clique nas fotos para ampliar).

* se você não sabia o que era uma “aldrava”, não está sozinho. Tive que procurar para descobrir como isso se chamava me português. :-)

iDock de pobre

4

Quem não tem iDock, caça com iMug! :-)

Não é que funciona?

O som fica pelo menos umas 2 ou 3 vezes mais alto e mais “cheio”.

Tirei a idéia daqui, mas eu achei que o som na caneca fica melhor do que no copo.

Dica da Roberta: o meu iPhone tem uma capa que afasta a saída do falante do fundo do copo, então talvez vocês precisem colocar algum objeto pequeno dentro do copo para servir como espaçador entre o fone e o fundo.

E para o nosso próximo projeto…

2

Invenção do ano!

…compramos um novo tipo de mostrador de imagens que é totalmente customizável.

Segundo o vendedor, você pode modificá-lo para exibir a foto, pintura ou imagem que quiser. A sua imaginação é o limite!

Cada coisa legal que inventam hoje em dia… o que vem em seguida, aparelhos que deixam pessoas conversarem à distância?

O primeiro Munny a gente nunca esquece

5

Dei um Munny de presente de Natal para a Lydia. Para quem não conhece, são uns bonecos “em branco”, feitos para você modificar, pintar, desenhar em cima, etc, e criar um boneco único. Eles vem em montes de variações e tamanhos, eu comprei o Munny branco de 4″ de altura.

Aproveitei que ela viajou à serviço na semana passada e passei a semana toda rachando para modificar e pintar a bonequinha. O resultado final foi este aqui:

Igualzinha à dona.

Eu documentei o processo todo… se quiser ver, basta continuar lendo.

(more…)

Meu reino por uma pia!

7

A nossa pia da cozinha, instalada só há 10 anos atrás, estava em estado meio precário apesar do nosso cuidado: toda manchada, riscada e com o revestimento gasto (conselho de amigo: acrylic sinks are teh suck. Não comprem).

A solução era então instalar uma nova. Começamos o projeto na quarta-feira com uma pia nova de inox e só conseguimos terminar hoje com uma pia de composite granite, tudo graças à Lei de Murphy. Para a história não ficar chata, vou contar através de fotos.

A pia velha, toda manchada e riscada.

Dia 1: A pia velha, toda manchada e riscada.

Dia 1: primeira tentativa de instalação... FAIL!

Dia 1: primeira tentativa de instalação... FAIL!

Dia 2: Segunda tentativa de instalação... EPIC FAIL!

Dia 2: Segunda tentativa de instalação... EPIC FAIL!

Dia 3: Arranjamos uma ajudante...

Dia 3: Recebendo orientação especializada...

...e sucesso!

...e sucesso! Third time is the charm.

Lava, lava, lava...

Lava, lava, lava...

Qualidade profissional, nem está vazando!

Qualidade profissional... não está nem vazando!

Pedal “Faça-você-mesmo” para Rock Band

2

Ao invés de comprar um pedal novo de Rock Band para repôr o que quebrou, eu decidi fazer um eu mesmo. Afinal de contas, o pedal do jogo é meia-boca e eu tinha um pedal de bateria de verdade aqui dando sopa.

Aqui está o guia passo-a-passo. Vale lembrar que uma boa parte do processo foi específica para o modelo do pedal que eu tinha, pois os encaixes, furação de parafusos, etc, varia de modelo para modelo.

Fazendo tofu

8

Apesar do risco, a gente tem feito nosso próprio tofu desde que a Lydia comprou a tal máquina.

Nós tiramos umas fotos do processo para vocês verem, mas elas não ficaram muito boas. Só que como tirar fotos enquanto se cozinha é um saco, vou usá-las assim mesmo. Desculpem aí. :-)

Pelo que dizem, fazer tofu é complicado se você não tem a máquina de fazer leite de soja. Com ela, é mais ou menos facinho, o que demora mais é deixar os grãos de soja de molho. Depois disso, são uns 15-20 minutos para fazer o leite e mais uma meia hora para fazer o tofu. Na verdade a gente está fazendo 2 “remessas” de leite, então demora uma meia hora a mais. Ah, eu não acho que dá para fazer tofu usando leite de soja comprado, por causa das outras coisas que eles colocam no leite comercializado (conservantes, estabilizantes, açucar, corantes, etc).

O tofu feito em casa fica uma delícia, muito, mas muito melhor que qualquer um comprado em lojas. A textura não é gelatinosa (fica tipo um queijo fresco bem leve) e ele tem um gosto suave, dá até para comer sem adicionar nada. Dá para ser usado em montes de receitas, tanto de doces quanto de salgados.

Os grãos de soja são super-baratos, então em longo prazo provavelmente compensa mais fazer tofu do que comprar, mesmo adicionando-se o custo da máquina.

Aqui está o guia passo-a-passo… cliquem nas fotos para ampliar.

Fotos da cozinha, finalmente

2

A Lydia terminou de editar as fotos da nossa cozinha reformada, então eu aproveito para postá-las aqui. Tardaram mas não falharam. :-)

Esta série de fotos mostram a cozinha como está agora, olhando primeiro da sala de jantar, depois virando à direita para mostrar o interior da cozinha. A última foto é uma vista do interior da cozinha em direção à sala de jantar, para mostrar a “península”. Cliquem para ampliar (os thumbnails não mostram a foto toda).

Vista da sala de jantar Virando à direita
Virando mais à direita Virando mais ainda
Vista de dentro da cozinha

As mudanças foram basicamente na parte mostrada pelas duas últimas fotos. No canto da cozinha onde agora temos os armários com portas de vidro, havia um balcão. A abertura para a sala de jantar não existia, era uma parede com uma passagem onde a península está agora. Veja as fotos abaixo, a primeira é do balcão, a segunda é um panorama (por isso está deformada) mostrando a passagem e a parede. Cliquem para ampliar, porque os thumbnails não mostram tudo.

Reformas

2

Acabei nem mencionando, mas faz pelo menos umas 3 semanas que estamos fazendo reforma na cozinha. Está quase pronto já.

Derrubamos boa parte da parede entre a cozinha e a sala de jantar, removemos um balcão com armários, instalamos uma ilha e adicionamos uns armários na parede onde o balcão ficava. Além disso, instalamos pontos de luz (aqui chamados de recessed lights) na cozinha e na sala de estar, e refizemos grande parte da fiação elétrica que passa no forro, em cima da cozinha. O irmão da Lydia fez uma boa parte do trabalho de derrubar paredes e construir novas, eu fiz parte da elétrica e eu e a Lydia fizemos parte da instalação dos armários e da ilha.

Segunda-feira vem os tiozinhos para passar cascolac no chão, e aí acho que zéfini.

Estivemos vivendo com caixas e coisas empilhadas nos cantos durante este tempo todo, e vamos continuar por mais pelo menos 2 semanas, até podermos colocar os móveis de volta no chão, depois que secar e endurecer. Além disso, teremos que dormir uns dias na sala, porque o acesso aos quartos do andar de cima vai estar bloqueado…

Go to Top