Posts tagged Gatos

Decisão difícil

Acabei de marcar com a veterinária, ela vem aqui em casa amanhã à noite para sacrificar o Van Gogh.

Depois escrevo mais. :-(

Fazendo naninha

Nada como um cobertorzinho para esquentar a barriga careca.

Naninha

Barriga pelada

Olhem só como o Van Gogh voltou do veterinário, coitado…

Barrigão cor-de-rosa!

Barrigão cor-de-rosa!

Van Gogh update

Trouxemos o Van Gogh de volta do veterinário onde a Lydia o levou hoje para fazer ultrasom, com uma notícia boa e uma ruim.

Boa notícia: o sangramento era uma cistite, fácil de tratar.

Má notícia: ele está com câncer linfático e no intestino e só tem mais uns meses de vida.

Eles nos deram um remédio para dor que se usa nesses casos terminais, para deixar ele confortável. A veterinária regular dele já recebeu os resultados hoje à tarde e conversou com a Lydia, então nós vamos ficar de olho nos sinais de que o remédio não está mais ajudando… essa é a hora de sacrificar o gato para não deixar ele sofrer.

A gente já estava “preparado” para algo desse gênero depois dos piripaques que ele teve nos últimos anos, então não foi um choque total. Mas vamos ver na hora H, aí é que pega.

Enquanto isso, vamos tentar deixar o gato confortável para ele aproveitar um pouquinho mais da vidinha dele com a gente. Ele parece que está se sentindo bem, está lá embaixo fazendo a bagunça noturna dele pela casa. Com sorte ele dura até setembro, quando meu pai e as minhas irmãs vem para cá… meu pai e a minha irmã caçula o conhecem, mas não o vêem já faz 10 anos ou mais.

Mais uma visita ao veterinário

Lá fui eu levar o Van Gogh visitar a veterinária de novo, hoje, porque agora a barriga dele está inchada.

Depois de muita apalpação (acompanhada de protestos do gato), a doutora achou que tinha alguma coisa estranha lá dentro e resolveu tirar um raio-x.

Muita gritaria, algumas tentativas de morder depois (coisa que não é normal para ele) e muita falta de cooperação para sair um raio-x bom, o resultado é que ele está com o coração dilatado e com duas massas anormais dentro da cavidade abdominal. Podem ser tumores ou talvez o baço dele esteja também muito dilatado… nenhuma das alternativas é boa.

Nós vamos dar montes de remédio para hairball para ele para ajudar a lubrificar o intestino, só para o caso das massas serem comida parada no intestino que o raio-x não mostrou direito, mas se a barriga dele não diminuir esta semana, a veterinária quer fazer um ultrasom no gato para poder ver melhor o que é aquilo…

Maior complicação.

O Van Gogh está gagá

Aparentemente o Van Gogh está senil… como chegamos a essa conclusão?

1) Já faz um tempo que ele anda pela casa às vezes com uma cara de perdido, parando e olhando em volta, sem saber para onde ir.

2) Por volta de 1 mês atrás ele começou a fazer xixi e cocô fora da caixinha, coisa que nunca fez antes. Daí levamos ele montes de vezes ao veterinário, ela deu uns remédios para dor, porque inicialmente achou que ele podia estar com artrite e que estava doendo para abaixar na caixa, então ele associava a dor com o lugar e começou a fazer em outros lugares. Nada resolveu, ele melhorava por uns dias depois que tomava injeção, depois voltava, nas últimas vezes nem fazia diferença.

3) Ele mudou a rotina dele, dos lugares onde gosta de ficar na casa. Quase não sobe mais aqui no quarto para deitar na almofada predileta dele enquanto a gente está trabalhando nos computadores. Também está se escondendo embaixo da capa do sofá, outra coisa que nunca fez.

Depois disso a veterinária também começou a achar que ele está ficando senil mesmo, e que desenvolveu algum tipo de ansiedade que faz ele ficar com medo de usar a caixinha. A situação ficou ruim por causa do xixi, que ele faz em grande quantidade, e era uma catástrofe repetida diariamente pela casa… chegamos a pensar que teríamos que sacrificá-lo, o que seria uma judiação porque tirando isso ele está aparentemente bem, mas ter um gato fazendo porcaria pela casa não tem condições.

Agora estamos dando um remédio para artrite numa dose maior e um outro remédio, que não sabemos o que é, mas que segundo eles “makes things right“. Deve ser um remédio contra ansiedade ou anti-depressivo… a gente chama de “happy pill” (não para ele, que detesta tomá-la). O que quer que seja, aparentemente está ajudando. Ele ainda está fazendo cocô no chão, ao lado da caixinha, mas voltou a fazer o xixi dentro nestes últimos dias. E isso é algo com que a gente consegue lidar, apesar de não ser ideal.

Bom, é basicamente isso. Ele está melhorando com os remédios, vamos ver até quando isso vai ajudar. O Van Gogh nem sabe, mas esteve muito perto de fazer uma viagem sem volta para o veterinário. :-)

Atualização: O Van Gogh tem 18 anos, 13 deles com a gente.

Mudança de estação

Chegou a primavera. Talvez. A Margarida já apareceu faz umas 2 ou 3 semanas para anunciar a mudança de estação, mas por enquanto ainda está bem frio, estes dias tem feito por volta de 5 graus Celsius (uns dias um pouco menos, uns dias um pouco mais).

Mas a Lydia já se preparou para a primavera comprando uma churrasqueira nova, para fazer as coisas que vê nos podcasts de culinária. Aqui em casa quem pilota a churrasqueira é ela.

Aliás, eu nunca comentei sobre esses podcasts… a Lydia coloca o laptop na frente da máquina de exercício elíptica, em cima da árvore dos gatos, e assiste vídeos de cozinha vegetariana que baixa usando o iTunes, enquanto se exercita. :-)

Dia de veterinário

Dia de veterinário aqui em casa é complicado.

Temos 3 gatos, mas só uma daquelas gaiolinhas de carregar. Eu estava trabalhando, então a Lydia teve que:

1) Ir até o veterinário para buscar um carregador extra emprestado
2) Voltar para casa
3) Levar 2 gatos para o veterinário usando o nosso carregador e o deles
4) Voltar para casa
5) Levar o gato restante, mais o carregador para devolver
6) Voltar para casa

Acaba sendo o mesmo número de viagens que seria levando cada gato individualmente, mas talvez levando 2 gatos de uma vez ajude a veterinária, que já os examina ao mesmo tempo e não tem que ficar alternando mais uma consulta com outros pacientes. Não sei.

Bom, cheguei aqui em casa hoje quando a Lydia estava já no carro, saindo para a terceira viagem. Entrei em casa e o Van Gogh e a Switch estavam escondidos pela casa, ressabiados, com olhos arregalados e fazendo fú um para o outro… acho que devem ter tomado injeções. 😛

Acessório para o seu computador

bunnycomputer.jpg

Os gatinhos adoraram os móveis de escritório novos…

Ai meu pâncreas

E o Van Gogh deu mais um susto na gente… começou a vomitar na terça-feira à noite e não parou mais. A Lydia levou o gato ao veterinário ontem na hora do almoço, eles tiraram sangue, examinaram o bicho, deram um antibiótico e soro, porque ele estava sem comer e sem beber.

Hoje a Lydia voltou lá para buscar mais remédios, pois eles já tinham o resultado do exame de sangue e o problema é uma inflamação no pâncreas. Agora é esperar… agora à noite ele parece que está melhor, parou de vomitar e está tentando comer de novo.

O maus é ficar espetando agulha nas costas dele para dar o soro… a veterinária mandou uma daquelas bolsas plásticas de soro, com o tubo, a gente pendura a bolsinha, espeta a agulha nas costas do gato, abre a torneirinha e deixa escorrer. O gato fica com uma corcova de soro nas costas, mas depois o corpo absorve. 😛

Go to Top